AVALIAÇÃO DE MECANISMOS DOSADORES DE FERTILIZANTES HELICOIDAIS EM ÂNGULOS DE NIVELAMENTO LONGITUDINAL E TRANSVERSAL

Étore Francisco Reynaldo, Carlos Antonio Gamero

Resumo


Para que se obtenha produtividade satisfatória das culturas é necessário levar em conta alguns princípios básicos da fertilidade dos solos. Neste cenário em que os insumos são tão fundamentais para a produção agrícola, a dose de fertilizantes pelos mecanismos dosadores das semeadoras deve ser realizada de modo uniforme e eficiente. O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho de mecanismos dosadores de fertilizante, tipo helicoidal “rosca sem fim”, disponíveis no mercado, submetidos a simulações em níveis de inclinação longitudinal e transversal (-15, -5, 0, +5 e +15°) em duas taxas, identificando os modelos com melhor desempenho na dose, os efeitos das taxas de doseversus as inclinações longitudinais e transversais, e propor um protótipo de helicoide dosador de fertilizante. O ensaio foi realizado na Fundação ABC em Castro-PR e na Fundação Agrária de Pesquisa Agropecuária - FAPA, em Guarapuava-PR. Os ensaios demonstraram que há grande diferença de dose entre os mecanismos dosadores de fertilizantes comercializados e avaliados no ensaio em inclinações longitudinais. A diferença entre as doses foram mais expressivas nos ângulos de inclinação de +5 e +15°. Há também variações nas doses quando os mecanismos são submetidos a trabalhos em inclinações transversais ao sentido de rotação da rosca, sendo estes menores. O protótipo dosador helicoidal de fertilizante proposto obteve bom desempenho quando submetido a trabalho em inclinações longitudinais, sendo uma alternativa em relação a alguns modelos disponíveis no mercado. Uma solução para diminuir os erros de doses, dos mecanismos dosadores de fertilizantes é a operação de semeadura em nível, em que os mesmos serão expostos a menores níveis de inclinações.

PALAVRAS-CHAVE: Mecanismo dosador de fertilizante, fertilizante, máquina agrícola, protótipo.

 

In order to obtain satisfactory crop productivity is necessary to consider some basic principles of soil fertility. In this scenario, where the inputs are so fundamental to agricultural production, the fertilizer feeding by metering mechanisms must be done uniformly and efficiently. The objectives of this work were to evaluate the performance of solid fertilizer spiral metering system of "worm" type available in the market submetted to simulations at different levels of longitudinal and transverse inclination (-15, -5, 0, +5 and +15°); identify the models of best dosage performance, the effects of the dosage rates versus the transversal and longitudinal gradients; and to propose a spiral metering device prototype. The test was conducted at the ABC Foundationin located in Castro-PR and at the Agrária Foundation for Agricultural Research-FAPA located in Guarapuava-PR. The tests showed that there is a large difference between the fertilizer metering devices marketed and those evaluated under the longitudinal gradients test. The difference between dosages was more important in the inclination angles of +5 and +15°. There are also variations in dosages when the mechanisms are submitted to work in the transversal, inclinated to the thread rotational direction, which has lower level. The fertilizer of spiral metering prototype proposed showed excellent performance when subjected to work in longitudinal gradients, being an alternative related to some models available in the market. One solution to reduce errors of this fertilizer metering system is to operate in level, exposing them to lower levels of inclinations.

KEYWORDS: Fertilizer metering device, fertilizer, agricultural machinery, prototype.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17224/EnergAgric.2015v30n2p125-136