AVALIAÇÃO MORFOMÉTRICA DA MICROBACIA DO CÓRREGO DO BEBEDOURO, PLANALTO - SP

Felipe de Souza Nogueira Tagliarini, Gustavo Cardoso Fernandes, Valdemir Antônio Rodrigues, Yara Manfrin Garcia, Sérgio Campos

Resumo


O trabalho teve como objetivo realizar a caracterização morfométrica da microbacia hidrográfica do Córrego do Bebedouro, Planalto-SP, com utilização do Sistema de Informações (SIG) IDRISI 17.0 Selva, do software CartaLinx e da carta topográfica do município de Planalto-SP, editada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Foram avaliadas variáveis e parâmetros morfométricos relacionados à dimensão, ao relevo, à forma e à drenagem da microbacia. A microbacia possui área de 665 ha e perímetro de 11,85 km, sendo considerada de 2ª ordem de magnitude. Os resultados relacionados à forma mostraram que a microbacia possui um formato ovalado, o que lhe proporciona mediana tendência a enchentes e erosões. A extensão do percurso superficial de 522,81 m mostra que a microbacia possui grande distância de escoamento da enxurrada, o que aumenta a tendência de conservação da microbacia. O índice de sinuosidade de 1,06 mostra que os canais da microbacia tendem a ser retilíneos, o que permite inferir que o solo é permeável, com boa infiltração de águas. Desta forma, a avaliação das características morfométricas no estudo das bacias hidrográficas constitui-se em uma importante ferramenta que em conjunto com o uso de SIG torna possível o planejamento e gerenciamento dos recursos naturais visando sua conservação.

PALAVRAS-CHAVE: Bacia hidrográfica, morfometria, sistema de informações geográficas, conservação ambiental.

 

MORPHOMETRIC EVALUATION OF CORREGO DO BEBEDOURO WATERSHED, PLANALTO - SP

ABSTRACT: The present study aimed to perform the morphometric characterization of the wathershed Córrego do Bebedouro, located in Planalto-SP, using the Geographic Information System (GIS) IDRISI 17.0 Selva, CartaLinx software and topographic map of the city of Planalto-SP, edited by the Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (Brazilian Institute of Geography and Statistics). Morphometric variables and parameters related to the size, land relief, shape, and drainage of the watershed were evaluated. The watershed has an area of 665 ha and perimeter of 11.85 km, being considered of 2nd order of magnitude. The results related to the shape showed that this wathershed has an ovate shape, which gives it a median tendency to floods and erosions. The extent of the surface course of 522.81 m shows that the watershed has runoff flow of long distance, which increases the tendency of conservation. The sinuosity index of 1.06 shows that the watershed canals tend to be straight, which allows infer that the soil is permeable, with good water infiltration. Thus, evaluation of morphometric characteristics in watershed studies constitutes an important tool that together with GIS use makes the planning and management of natural resources aiming its conservation a possibility.

KEYWORDS:Watershed, morphometry, geographic information system, environmental conservation.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.17224/EnergAgric.2015v30n4p402-410