GEOMÁTICA APLICADA NA ANÁLISE DO CONFLITO DE USO DO SOLO EM ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE

  • Gabriel Rondina Pupo da Silveira FCA/UNESP/Botucatu
  • Sérgio Campos FCA/UNESP/Botucatu
  • Aline Kuramoto Gonçalves FCA/UNESP/Botucatu
  • Fernanda Leite Ribeiro UEL/Londrina
  • Yara Manfrin Garcia FCA/UNESP/Botucatu

Resumo

GEOMÁTICA APLICADA NA ANÁLISE DO CONFLITO DE USO DO SOLO EM ÁREAS DE PRESERVAÇÃO PERMANENTE

 

GABRIEL RONDINA PUPO DA SILVEIRA 1, SÉRGIO CAMPOS 1, ALINE KURAMOTO GONÇALVES 1, FERNANDA LEITE RIBEIRO2, YARA MANFRIN GARCIA1

 

1Departamento Engenharia Rural, FCA/UNESP/Botucatu, Fazenda Experimental Lageado, Av. Universitária, nº 3780 - Altos do Paraíso, Botucatu - SP, 18610-03, e-mails: gabrielrondina@hotmail.com, seca@fca.unesp.br, aline587@gmail.com, yaramanfrin@hotmail.com. 

2 Departamento de Geociências, U niversidade Estadual de Londrina (UEL), Rodovia Celso Garcia Cid - Pr 445 Km 380 Cx. Postal 10.011 - Campus Universitário, PR, 86057-970, e-mail: flribeiro@yahoo.com.

 

RESUMO: O trabalho visou obter o uso do solo da bacia do rio Araquazinho – São Manuel (SP) utilizando imagem de satélite e técnicas geomáticas na determinação das Áreas de Preservação Permanentes (APPs) e conflitos existentes na área. As bases cartográficas foram cartas planialtimétricas em formato digital georreferenciadas. O SIG-IDRISI Selva foi utilizado para realizar o georreferenciamento da imagem, geração dos buffers de APPs e o overlay para obtenção dos conflitos de uso além da confecção do mapa temático final. No software CartaLinx realizou-se a delimitação da área de estudo e delimitação dos elementos (limite, rede de drenagem e das áreas de uso e cobertura). O uso do solo da bacia mostrou que o uso da cana-de-açúcar foi a classe que ocupou 86,82 % (5815,63 ha) da área. As áreas de conflito mostraram que a maior parte das APPs, equivalente a 109,70 ha, estão sendo usadas para outros fins. As Áreas de Preservação Permanente e seus conflitos mostraram que uma boa parte da área da bacia em estudo precisa de cuidados com relação a legislação ambiental. Desta forma, o mapa temático permitiu o mapeamento da área gerando dados que auxiliarão nos futuros planejamentos de recuperação da área.

 

Palavras-chaves: Sistema de Informação Geográfica, Geoprocessamento, Preservação Ambiental

 

GEOMATICS APPLIED IN CONFLICT ANALYSIS OF LAND USE IN PERMANENT PRESERVATION AREAS

 

ABSTRACT: This study aim obtaining the land use of Araquazinho River watershed, São Manuel, SP, using satellite image and geomatic techniques to determine the Permanent Preservation Areas (PPAs) and area conflicts. The cartographic bases were digital georeferenced planialtimetrics cards. The SIG-IDRISI Selva was used to image georeferencing, generation of PPAs buffers, in the overlay to obtain the conflicts use and to generate the final thematic map. In CartaLinx was done the delimitation of study area and elements (limit, drainage network and areas of use and coverage). Soil use showed that sugarcane use was the class that occupied 86.82% (5815.63 ha) area. The conflict areas showed that most of the PPA, equivalent of 109.70 ha, is being used for other purposes. Permanent Preservation Areas and their conflicts have shown that a big part of watershed needs to be taken care in relation to environmental legislation. So, the thematic map can allow mapping the area generating data that can assist in future recovery area planning.

 

Keywords: Geographic Information System, Geoprocessing, Environmental preservation.

Publicado
2019-12-05
Seção
Planejamento e Desenvolvimento Rural Sustentável