THERMAL DEGRADATION OF THE AGROINDUSTRIAL RESIDUES BY THERMOGRAVIMETRY AND CALORIMETRY

  • Luana Elís de Ramos e Paula Universidade Federal de Lavras - UFLA
  • Paulo Fernando Trugilho UFLA
  • Raphael Nogueira Rezende IFSULDEMINAS
  • Pedro Castro Neto UFLA
  • Vássia Carvalho Soares IFMG

Resumo

LUANA ELÍS DE RAMOS E PAULA1, PAULO FERNANDO TRUGILHO2, RAPHAEL NOGUEIRA REZENDE3, PEDRO CASTRO NETO4, VÁSSIA CARVALHO SOARES5

 

1Departamento de Engenharia, UFLA, Praça Prof. Edmir Sá Santos, S/N, Campus Universitário, CEP:37200-900, Lavras, Minas Gerais, Brasil, luana.paula@ufla.br.

2Departamento de Engenharia Florestal, UFLA, Praça Prof. Edmir Sá Santos, S/N, Campus Universitário, CEP:37200-900, Lavras, Minas Gerais, Brasil, trugilho@ufla.br.

3Câmpus Muzambinho, IFSULDEMINAS, Estrada de Muzambinho, S/N, Bairro - Morro Preto, Muzambinho, CEP: 37890-000, Minas Gerais, Brasil, raphael.rezende@ifsuldeminas.edu.br.

4Departamento de Engenharia Agrícola, UFLA, Praça Prof. Edmir Sá Santos, S/N, Campus Universitário, CEP:37200-900, Lavras, Minas Gerais, Brasil, pedrocn@ufla.br.

5Câmpus Bambuí, IFMG, Rodovia Bambuí/Medeiros, Fazenda Varginha – km 05, CEP: 38900-000, Bambuí, Minas Gerais, Brasil, vassia.soares@ifmg.edu.br.

 

ABSTRACT: Vegetal residues, in general, have variable characteristics and caloric values, difficulty in combustion control and relatively fast burning. Thus, indicating certain materials for energy production, there is a need for thermal analysis studies. The aim of this work was evaluating by thermal analysis the behavior of agro industrial residues for energy production. Coffee bean parchment and coffee plant stem residues; bean stem and pod; soybean stem and pod; rice husk; corn leaf, stem, straw and cob; sugar cane straw and bagasse; wood processing (planer shavings and sawdust); elephant grass stem and leaf; and coconut husk were submitted to thermo gravimetric analysis and differential scanning calorimetric. The results indicated that the presented residues has potential for energy production; the highest energy peaks occurring around 350 °C; the temperature range of greatest mass loss was 250-350 °C and coconut husk was more resistant to thermal decomposition.

 

Keywords: energy, biomass, lignocellulosic residues.

 

DEGRADAÇÃO TÉRMICA DE RESÍDUOS AGROINDUSTRIAIS POR MEIO DE TERMOGRAVIMETRIA E CALORIMETRIA

 

RESUMO: Os resíduos vegetais, em geral, possuem características e valores calóricos variáveis, dificuldade no controle da combustão e queima relativamente rápida. Assim, para indicar certos materiais para produção de energia, é necessário estudar sua análise térmica. Este trabalho foi realizado com o objetivo de avaliar o comportamento de resíduos agroindustriais mediante análise térmica visando à produção de energia. Os resíduos pergaminho do grão e caule do cafeeiro; caule e vagem do feijão; caule e vagem da soja; casca de arroz; folha, caule, palha e sabugo de milho; palha e bagaço da cana-de-açúcar; resíduos do processamento da madeira (serragem e maravalha); caule e folha do capim-elefante e casca do coco-da-baía foram submetidos à análise termogravimétrica e de calorimetria exploratória diferencial. Com os resultados pode-se concluir que os resíduos apresentaram potencial para produção energética; os maiores picos de energia ocorrem por volta de 350 °C; a faixa de temperatura de maior perda de massa foi 250 - 350 °C e a casca de coco foi o material de maior resistência à decomposição térmica.

 

Palavras-chaves: energia, biomassa, resíduos lignocelulósicos.

Publicado
2019-09-23
Seção
Biomassa e Bioresíduos