EMERGÊNCIA E SOBREVIVÊNCIA DE PLANTAS DE SOJA A CAMPO EM RELAÇÃO ÀS PROFUNDIDADES E ÉPOCAS DE SEMEADURA

  • Patrícia Pereira Dias Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho'
  • Saulo Fernando Gomes de Sousa Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho'
  • Paulo Roberto Arbex Silva Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho'
  • Tiago Pereira da Silva Correia Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília
  • Anderson Ravanny de Andrade Gomes Universidade Estadual Paulista 'Júlio de Mesquita Filho'

Resumo

A PROFUNDIDADE DE SEMEADURA DA SOJA NA PLANTABILIDADE

 

PATRÍCIA PEREIRA DIAS1*, SAULO FERNANDO GOMES DE SOUSA2, PAULO ROBERTO ARBEX SILVA3, TIAGO PEREIRA DA SILVA CORREIA4 e ANDERSON RAVANNY DE ANDRADE GOMES5

 

* Parte do texto foi extraído da tese da autora

1 Departamento de Produção Vegetal, Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’ - Av. Universitária, 3780 - Altos do Paraíso, 18610-034, Botucatu - SP, Brasil. patricia.dias@unesp.br

2 Agroefetiva, Rua Lourival Ferreira, 11 - Distrito Industrial III, 18608-853, Botucatu - SP, Brasil.  saulofgs@hotmail.com

3 Departamento de Engenharia Rural e Socioeconomia, Universidade Estadual Paulista ‘Júlio de Mesquita Filho’ - Av. Universitária, 3780 - Altos do Paraíso, 18610-034, Botucatu - SP, Brasil.  paulo.arbex@unesp.br

4 Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária, Universidade de Brasília, Caixa - Campos Universitário Darci Ribeiro ICC – Asa Norte, 04508, Brasília - DF, Brasil. tiagocorreia@unb.br

5 Faculdade Regional da Bahia, Rodovia AL 220, 3630 - Senador Arnon De Melo - Planalto, Arapiraca – AL, Brasil. anderson_ravanny@hotmail.com

 

RESUMO: O objetivo deste trabalho foi avaliar a cultura da soja semeada a campo em diferentes profundidades das sementes e épocas de semeadura e, dessa maneira, saber o quanto esses fatores influenciam a emergência e sobrevivência das plantas. O experimento foi conduzido em dois anos agrícolas, 2015/16 e 2016/17, com sementes de soja cultivar 5D634, na Fazenda Lageado, da Faculdade de Ciências Agronômicas – UNESP, Botucatu (SP), Brasil. O delineamento foi de blocos ao acaso em esquema fatorial 6 × 2, com seis tratamentos referentes às profundidades das sementes na mesma linha de semeadura: 0,02, 0,05 e 0,08 m do nível do solo, e combinação e alternância entre eles: 0,02 e 0,05, 0,02 e 0,08, 0,05 e 0,08 m e duas épocas de semeadura: outubro e novembro, com quatro repetições, totalizando 48 parcelas. Para a análise estatística, os dados foram submetidos à análise de variância (ANOVA), utilizando o teste de Tukey a 5% de probabilidade. A perda foi acima de 10% no estande de plantas na semeadura mais profunda (0,08 m), aliada à menor precipitação (outubro/2016), que contribuiu significativamente para esse resultado. Desta forma, a plantabilidade é prejudicada com o erro da profundidade de semeadura, aqui representada pela emergência e sobrevivência de plantas.

 

Palavras-chave: Glycine max L., Plantabilidade, Estande de plantas.

 

THE SOYBEAN SOWING DEPTH IN PLANTABILITY

 

ABSTRACT: The aim of this work was evaluate the sowing of soybean seed with error in soil deposition and different month of sowing. The field experiment was carried out during two years (2015 and 2016) at Fazenda Lageado, Faculty of Agronomic Sciences - UNESP / Botucatu - SP, Brazil. The plots were randomized blocks in 6 × 2 factorial, six treatments referring to the depth of the seeds in soil: 0.02 (T1); 0.05 (T2 - control) and 0.08 (T3); 0.02 and 0.05 (T4); 0.02 and 0.08 (T5); 0.05 and 0.08 m (T6) and two sowing times: October and November. For statistical analysis the data were submitted to analysis of variance (ANOVA) using Tukey test at 5% probability. The number of plants in early stage decreased by over 10% in the deep seeding (0.08 m), added to the less rainfall (October / 2016) which contributed significantly to this result. Therefore, plantability is damaged by the error of sowing depth, represented here by the emergence and survival of plants.

 

Keywords: Glycine max L., Plantability, Early stage.

Publicado
2020-06-26
Seção
Automação e Otimização de Máquinas e Equipamentos Agrícolas