APTIDÃO CLIMÁTICA PARA O CULTIVO EM SUCESSÃO SOJA-MILHO SAFRINHA EM CENÁRIOS FUTUROS EM SANTA CATARINA, BRASIL

  • Rosandro Boligon Minuzzi Universidade Federal de Santa Catarina
  • Murilo Fretta José

Resumo

Aptidão climática para o cultivo em sucessão soja-milho safrinha em cenários futuros em Santa Catarina, Brasil

 

 

ROSANDRO BOLIGON MINUZZI1 E MURILO FRETTA JOSÉ2

 

1 Departamento de Engenharia Rural, Universidade Federal de Santa Catarina, Av. Admar Gonzaga, 1346, Itacorubi, CEP: 88034-001, Florianópolis - SC, Brasil. E-mail: rbminuzzi@hotmail.com

2 Secretaria de Estado da Defesa Civil de Santa Catarina, Av. Governador Ivo Silveira, 2320, Capoeiras, CEP: 88085-001, Florianópolis – SC, Brasil. E-mail: murilofretta@googlemail.com

 

 

1 RESUMO

 

O objetivo foi avaliar a aptidão climática em função da redução de produtividade para o cultivo em sucessão soja-milho safrinha em cenários futuros para o Estado Santa Catarina. Foram utilizados dados de precipitação, temperatura mínima e máxima do ar, em estações meteorológicas, localizadas em oito municípios do Estado, durante os anos de 1983 a 2014. Índices térmicos foram usados para definir a data de início das simulações em que o ciclo da soja pode iniciar e do milho safrinha terminar. Estes índices térmicos consideraram a probabilidade de ocorrência menor que 15% de temperatura mínima do ar ficar abaixo de 6 °C, sendo este indicativo de ocorrência de geada de radiação e de temperatura média diária do ar de 10 °C e 14 °C, como sendo as temperaturas basais inferior do milho e da soja, respectivamente. As simulações de redução na produtividade devido ao déficit hídrico para diferentes datas de semeadura da soja, e na sequência, para o milho safrinha, consideraram os cenários climáticos RCP4.5 e RCP8.5, à curto prazo e a médio prazo apresentados pelo Painel Intergovernamental sobre Mudança Climática. Os resultados indicam que apenas no oeste do Estado será possível adotar o cultivo em sucessão, sendo maior a janela de semeadura para as culturas, quanto maior o aumento da temperatura, da precipitação e do CO2 projetados pelos cenários.

 

Palavras-chave: déficit hídrico, mudanças climáticas, semeadura, produtividade.

 

 

MINUZZI, R. B.; FRETTA JOSÉ, M.

Climatic aptitude for growing soybean-corn succession in future scenarios in Santa Catarina, Brazil

 

 

2 ABSTRACT

 

The objective was to evaluate climatic aptitude due to yield decrease for soybean-maize succession crop in future scenarios for the State of Santa Catarina. Precipitation, minimum and maximum air temperature data from meteorological stations, located in eight cities of the State, were used during the years 1983 to 2014. Thermal indexes were used to define the start date of simulations in which soybean cycle can start and maize crop ends. These thermal indices considered the probability of occurrence of less than 15% of minimum air temperature to be below 6 °C, as indicative of occurrence of frost and average daily air temperature of 10 °C and 14 °C, as being the lower basal temperatures for maize and soybean, respectively. Simulations of yield decrease due to water deficit for different dates of soybean sowing, and in the sequence, for maize crop, considered short-term projections and medium-term ones of the RCP4.5 and RCP8.5 scenarios of the Intergovernmental Panel on Climate Change. The results indicate that only in the West of the State will it be possible to adopt crop in succession, the larger the sowing window for crops, the greater the increase in temperature, precipitation and CO2 projected by the scenarios.

 

Keywords: water deficit, climatic change, sowing, yield.

Publicado
2018-12-21
Seção
Artigos