CULTIVO DO MILHETO IRRIGADO COM ÁGUA SALINA EM DIFERENTES COBERTURAS MORTAS

  • Amitair Ferreira Lima Unilab
  • Geocleber Gomes de Sousa
  • Maria Vanessa Pires de Souza
  • Francisco Barroso da Silva Junior
  • Silas Primola Gomes
  • Clarissa Lima Magalhães

Resumo

CULTIVO DO MILHETO IRRIGADO COM ÁGUA SALINA EM DIFERENTES COBERTURAS MORTAS

 

 

AMITAIR FERREIRA LIMA1; GEOCLEBER GOMES DE SOUSA2; MARIA VANESSA PIRES DE SOUZA3; FRANCISCO BARROSO DA SILVA JUNIOR4; SILAS PRIMOLA GOMES2 E CLARISSA LIMA MAGALHÃES5

 

1 Engenheira agrônoma formada pela Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Avenida da abolição, 3, Centro, 62.790-000, Redenção/Ce, Brasil). E-mail: amitairlima@gmail.com

2 Prof. Doutor, Instituto de Desenvolvimento Rural, Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Avenida da abolição, 3, Centro, 62.790-000, Redenção/Ce, Brasil). E-mail: sousagg@unilab.edu.br, silas.primola@unilab.edu.br

3 Mestranda pelo programa de pós graduação em fitotecnia da Universidade Federal Rural do Semiárido, Campus Mossoró (Av. Francisco Mota, 572, Bairro Costa e Silva, CEP: 59.625-900, Mossoró/RN, Brasil). E-mail: vanessa.pires1993@gmail.com

4 Mestrando pelo programa de pós graduação em ciência do solo da Universidade Federal do Ceará, Campus do Pici (Av. Mister Hull, 2977, Pici, 60.021-970, Fortaleza/Ce, Brasil). E-mail: juniorbarroso_99@hotmail.com

5 Discente no curso de agronomia da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Avenida da abolição, 3, Centro, 62.790-000, Redenção/Ce, Brasil). E-mail: clarissamagalhaes.19@gmail.com

 

 

1 RESUMO

 

Objetivou-se com o presente trabalho, avaliar o crescimento e acúmulo de biomassa de plantas de milheto irrigadas com água salina em solo com diferentes coberturas. O experimento foi realizado em agosto de 2018, a pleno sol na horta didática da Universidade da integração internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (UNILAB), Redenção, Ceará. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado (DIC), em esquema fatorial 5x4, com 4 repetições. O primeiro fator referente aos valores de condutividade elétrica da água de irrigação - CEa: A1 (1,0 dS m-1), A2 (2,0 dS m-1), A3 (3,0 dS 11 m-1), A4 (4,0 dS m-1) e A5 (5,0 dS m-1), versus as coberturas adotadas, C1 (sem cobertura-controle), C2 (palha de arroz), C3 (bagana de cana-de-açúcar) e C4 (resíduos vegetais de espontâneas). Aos 35 dias após a semeadura, foram avaliadas: altura das plantas (AP), número de folhas (NF), diâmetro do colmo (DC), comprimento de raiz (CR), área foliar (AF), matéria seca da parte aérea (MSPA), da raiz (MSR) e total (MST), pH do solo e a condutividade elétrica do extrato de saturação do solo (CEes). O aumento da condutividade elétrica na água de irrigação, promoveu aumento da salinidade no extrato de saturação do solo, assim como reduções na emissão do número de folhas no milheto e o uso da cobertura morta amenizou os efeitos da salinidade contida na água, nas variáveis: MSPA, MSR, MST, DC e AP, sendo a cobertura de casca de arroz a alternativa mais eficiente na atenuação desses efeitos.

 

Palavras-chave: Penissetum glaucum L., estresse salino, proteção do solo

 

 

LIMA, A. F.; SOUSA, G. G.; SOUZA, M. V. P.; SILVA JUNIOR, F. B.; GOMES, S. P.; MAGALHÃES, C. L.

CULTIVATION OF MILLET IRRIGATED WITH SALINE WATER IN DIFFERENT MULCHES

 

 

2 ABSTRACT

 

The objective of this work was to evaluate the growth and accumulation of dry matter of millet plants irrigated with saline water in soil with different mulches. The experiment was carried out in August 2018, under full sun in the didactic garden of the University of the International Integration of Afro-Brazilian Lusophony (UNILAB), Redenção, Ceará. The experimental design was completely randomized (DIC), in a 5x4 factorial scheme, with four replicates. The first factor referring to the values of electrical conductivity of the irrigation water: A1 (1.0 dS m-1), A2 (2.0 dS m-1), A3 (3.0 dS m-1), A4 (4.0 dS m-1) and A5 (5.0 dS m-1), versus the coverages adopted, C1 (without cover), C2 (rice straw), C3 (sugarcane bagana) and C4 (vegetable spontaneous waste). At 35 days after sowing, plant height (AP), number of leaves emitted (NF), stalk diameter (DC), root length (CR), leaf area (AF), shoot dry matter (MSA), root dry matter (MSR), total dry matter (MST), soil pH and soil saturation extract electrical conductivity (CEs) were assessed. The increase in the electrical conductivity in the irrigation water promoted an increase in salinity in the soil saturation extract, as well as reductions in the number of leaves in the millet, and the use of the mulch reduced the effects of the salinity contained in the water in the following variables: MSPA, MSR, MST, DC and AP, with rice husk coverage being the most efficient alternative to mitigate these effects.

 

Keywords: Penissetum glaucum L., saline stress, soil protection.

Publicado
2020-06-02
Seção
Artigos