PRODUÇÃO DE ETANOL A PARTIR DO FARELO DE ARROZ POR HIDRÓLISE ENZIMÁTICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2021v36n2p273-284

Resumo

PRODUÇÃO DE ETANOL A PARTIR DO FARELO DE ARROZ POR HIDRÓLISE ENZIMÁTICA

 

DIEGO BÁRBARA DE MORAES¹; ADRIELE CRISTINA SANTOS¹; ERICH COLLICCHIO¹; LUCAS KOSHY NAOE²; KALLYANA MORAES CARVALHO DOMINICES3

 

1UFT/PPGA – Programa de Pós-Graduação em Agroenergia da Universidade Federal do Tocantins, Campus Universitário de Palmas. Endereço: Avenida NS15, Quadra 109 Norte - Plano Diretor Norte. Palmas-TO, Brasil. CEP:77001-090 E-mail: diego.bmoraes@hotmail.com, sadriele1@gmail.com, collicchio.e@gmail.com.

2UNITINS - Universidade Estadual do Tocantins, Campo de Ciências Agrárias – CCA. Endereço: Q. 108 Sul Alameda 11, 03 - Plano Diretor Sul. Palmas - TO, Brasil. CEP: 77020-122. E-mail: unitinsagro@gmail.com.

 3IFTO - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Tocantins. Endereço: BR 153, KM 480 - Distrito Agroindustrial. Paraíso do Tocantins-TO, Brasil. CEP: 77600-000. E-mail: kallyanac@gmail.com.

 

RESUMO: O uso de biomassa para produção de bietanol é bastante usada no Brasil. Material amilaceo, como por exemplo o arroz, é uma ótima opção pois apresenta alto rendimento de amido. O objetivo desse trabalho foi de avaliar a partir do farelo a produção de etanol a partir de diferentes produtos obtidos no beneficiamento do arroz, tendo o milho como referência, por meio de hidrólise enzimática. Foi realizada regressão entre às variações da concentração de glicose nos tratamentos em função do tempo, bem como da concentração de etanol nos tratamentos em função do tempo. O tratamento arroz em casca natural apresentou a menor concentração de etanol e também a menor eficiência na conversão. Todos os tratamentos foram estatisticamente diferentes, para a eficiência da reação, vale ressaltar que a maior eficiência foi a do arroz quebrado, seguida do arroz integral e arroz gigante.  O tratamento arroz quebrado e arroz integral foram os que apresentaram as piores médias para concentração de etanol, porem o mesmo não ocorreu na conversão em etanol, onde o arroz quebrado não diferiu estatisticamente do arroz gigante.

 

Palavras-chaves: amido, BRS AG, etanol.

 

ETHANOL PRODUCTION FROM RICE BRAN BY ENZYMATIC HYDROLYSIS

 

ABSTRACT: The use of biomass to produce biethanol is widely used in Brazil. Starch material, such as rice, is an excellent option because it presents high starch yield. The objective of this work was to evaluate the production of ethanol from rice bran using different products obtained in the processing of rice, with corn as reference, through enzymatic hydrolysis. Regression was performed between the variations of glucose concentration in the treatments as a function of time, as well as the ethanol concentration in the treatments as a function of time. The natural rice in husk treatment presented the lowest ethanol concentration and also the lowest conversion efficiency. All treatments were statistically different for reaction efficiency, it is worth noting that broken rice had the highest efficiency, followed by brown rice and giant rice.  The treatment broken rice and brown rice were the ones that presented the worst averages for ethanol concentration, but the same did not occur in ethanol conversion, where broken rice did not differ statistically from giant rice.

 

Keywords: starch, BRS AG, ethanol.

Publicado

2021-08-12

Como Citar

Moraes, D. B. de ., Santos, A. C., Collicchio, E. ., Naoe, L. K. ., & Dominices, K. M. C. . (2021). PRODUÇÃO DE ETANOL A PARTIR DO FARELO DE ARROZ POR HIDRÓLISE ENZIMÁTICA. ENERGIA NA AGRICULTURA, 36(2), 273–284. https://doi.org/10.17224/EnergAgric.2021v36n2p273-284

Edição

Seção

Fontes Convencionais e Alternativas de Energia e seu uso Racional na Agricultura