PARTIÇÃO DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DA CULTURA DA SOJA EM DIFERENTES CULTIVARES EM CADA ESTÁDIO FENOLÓGICO

Autores

  • Antônio Augusto Pinto Rossatto Instituto Federal de Educação, ciência e tecnologia do Rio Grande do Sul- Campus Ibirubá/RS
  • Jardel Henrique Kirchner Instituto Federal de Educação, ciência e tecnologia do Rio Grande do Sul- Campus Ibirubá/RS
  • Juliano Dalcin Martins Universidade Federal de Santa Maria
  • Leonardo Seibel Sander
  • William Nathaniel Battu do Amaral Instituto Federal de Educação, ciência e tecnologia do Rio Grande do Sul- Campus Ibirubá/RS
  • Mirta Teresinha Petry Universidade Federal de Santa Maria

DOI:

https://doi.org/10.15809/irriga.2022v27n3p477-492

Resumo

PARTIÇÃO DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DA CULTURA DA SOJA EM DIFERENTES CULTIVARES EM CADA ESTÁDIO FENOLÓGICO

 

 

ANTÔNIO AUGUSTO PINTO ROSSATTO1; JARDEL HENRIQUE KIRCHNER2; JULIANO DALCIN MARTINS3; LEONARDO SEIBEL SANDER4; WILLIAM NATHANIEL BATTU DO AMARAL5 E MIRTA TERESINHA PETRY6

 

1 Eng. Agrônomo, Instituto Federal Rio Grande do Sul, Campus Ibirubá, Rua Nelsi Ribas Fritsch, 1111 - Esperança, Ibirubá, RS, 98200-000, antonio_rossatto@hotmail.com

2 Eng. Agrônomo, Doutor, Professor do Instituto Federal Rio Grande do Sul, Campus Ibirubá, Rua. Nelsi Ribas Fritsch, 1111 - Esperança, Ibirubá, RS, 98200-000, jardel.kirchner@ibiruba.ifrs.edu.br.

3 Eng. Agrônomo, Doutor, Professor Titular do Departamento de Engenharia Rural, UFSM, Avenida Roraima, nº1000, bairro Camobi, Santa Maria, RS, Brasil, CEP: 97195-000, juliano.martins@ufsm.br.

4 Eng. Agrônomo, Instituto Federal Rio Grande do Sul, Campus Ibirubá, Rua. Nelsi Ribas Fritsch, 1111 - Esperança, Ibirubá, RS, 98200-000 leonardo.sander@ibiruba.ifrs.edu.br

5 Acadêmico de Agronomia. Instituto Federal Rio Grande do Sul, Campus Ibirubá, Rua. Nelsi Ribas Fritsch, 1111 - Esperança, Ibirubá - RS, 98200-000, williamnathanielbattudoamaral@gmail.com.

6 Eng. Agrônoma, Doutora, Professora Titular do Departamento de Engenharia Rural, UFSM, Avenida Roraima, nº1000, bairro Camobi, Santa Maria, RS, Brasil, CEP: 97195-000, mirta.petry@gmail.com

 

 

1 RESUMO

 

A soja é a principal cultura no Brasil, tanto em área, como em volume produzido. As condições meteorológicas durante o ciclo têm considerável efeito sobre o rendimento, principalmente relacionadas às precipitações ao longo do ciclo de desenvolvimento. O suprimento de água via irrigação suplementar requer o conhecimento da evapotranspiração da cultura (ETc) para que o manejo dos recursos hídricos seja racional, com conhecimento sobre a evaporação e a transpiração. Teve-se por objetivo no presente trabalho fracionar a ETc em transpiração da cultura (Tc) e evaporação do solo (Es) por estádio fenológico, para diferentes cultivares de soja, em condição irrigada e de sequeiro. O experimento foi conduzido a campo, na área didático-experimental do Instituto Federal do Rio Grande do Sul – Ibirubá/RS durante a safra 2018/2019, em dois regimes hídricos (sequeiro e irrigado), utilizando quatro cultivares de soja (Raio IPRO, Elite IPRO, Lança IPRO, Ícone IPRO). O modelo SIMDualKc foi utilizado para simular o balanço hídrico, particionando os valores de ETc nos estádios fenológicos e condições de cultivo. Observou-se maior ETc (Tc + Es) para as cultivares de soja irrigada, em comparação às mesmas cultivares em regime de sequeiro. O particionamento da ETc nos diferentes estádios fenológicos, permitiu observar diferentes comportamentos de Es e Tc entre as cultivares, principalmente durante os estádios de germinação-emergência e florescimento-enchimento de grãos, sendo o modelo SIMDualKc eficaz no estabelecimento do regime hídrico da cultura da soja, bem como, na representação das frações de Es e Tc.

 

Palavras-chave: Glycine max, irrigação, evaporação do solo, transpiração da cultura, estádios fenológicos.

 

 

 

 

ROSSATTO. A. A. P.; KIRCHNER, J. H.; MARTINS, J. D.; SANDER, L. S.; AMARAL, W. N. B.; PETRY, M. T.

PARTITION OF EVAPOTRANSPIRATION OF SOYBEAN CULTURE IN DIFFERENT CULTIVARS IN EACH PHENOLOGICAL STADIUM

  

2 ABSTRACT

 

Soy is the main crop in Brazil, both in area and in volume produced. Meteorological conditions during the cycle have a considerable effect on yield, mainly related to rainfall during the development cycle. The supply of water via supplementary irrigation requires knowledge of crop evapotranspiration (ETc) so that the management of water resources is rational, with knowledge about evaporation and transpiration. The objective of the present work was to fractionate the ETc in transpiration of the crop (Tc) and evaporation of the soil (Es) by phenological stage, for different soybean cultivars, under irrigated and rainfed conditions. The experiment was conducted in the field, in the didactic-experimental area of the Federal Institute of Rio Grande do Sul - Ibirubá / RS during the 2018/2019 harvest, in two water regimes (rainfed and irrigated), using four soybean cultivars (Raio IPRO, Elite IPRO, Launches IPRO, IPRO Icon). The SIMDualKc model was used to simulate the water balance, partitioning the ETc values in the phenological stages and cultivation conditions. The higher ETc (Tc + Es) was observed for irrigated soybean cultivars, compared with the same cultivars under rainfed conditions. The partitioning of ETc, in the different phenological stages, allowed to observe different behaviors of Es and Tc among the cultivars, mainly during the stages of germination-emergence and flowering-filling of grains, the SIMDualKc Model is effective in establishing the water regime of the crop. soybean, as well as, in the representation of the Es and Tc fractions.

 

Keywords: Glycine max, irrigation, soil evaporation, crop transpiration, phenological stages.

Downloads

Publicado

2022-09-30

Como Citar

ROSSATTO, A. A. P. .; KIRCHNER, J. H. .; MARTINS, J. D.; SANDER, L. S.; AMARAL, W. N. B. do .; PETRY, M. T. . PARTIÇÃO DA EVAPOTRANSPIRAÇÃO DA CULTURA DA SOJA EM DIFERENTES CULTIVARES EM CADA ESTÁDIO FENOLÓGICO . IRRIGA, [S. l.], v. 27, n. 3, p. 477–492, 2022. DOI: 10.15809/irriga.2022v27n3p477-492. Disponível em: https://irriga.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/4230. Acesso em: 28 maio. 2024.

Edição

Seção

Artigos