CRESCIMENTO E FITOMASSA DE BATATA-DOCE IRRIGADA COM ÁGUA RESIDUÁRIA TRATADA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.15809/irriga.2021v1n1p97-109

Resumo

CRESCIMENTO E FITOMASSA DE BATATA-DOCE IRRIGADA COM ÁGUA RESIDUÁRIA TRATADA

 

 

RAUCHA CAROLINA DE OLIVEIRA1; PATRÍCIA FERREIRA DA SILVA2; RIGOBERTO MOREIRA DE MATOS3; JOSÉ DANTAS NETO4; LUCIANO MARCELO FALLÉ SABOYA5 E MARIA SALLYDELÂNDIA SOBRAL DE FARIAS6

 

1Mestranda em Engenharia Agrícola, Rua Aprígio Veloso, 882 - Universitário, Campina Grande - PB, Brasil, 58428-830, e-mail: rauchaoliveira@gmail.com

2Pós- doutoranda em Engenharia e Gestão dos Recursos Naturais, Rua Aprígio Veloso, 882 - Universitário, Campina Grande - PB, Brasil, 58428-830, e-mail: patrycyafs@yahoo.com.br

3Doutor em Engenharia Agrícola, Rua Aprígio Veloso, 882 - Universitário, Campina Grande - PB, Brasil, 58428-830, e-mail: rigobertomoreira@gmail.com

 4Professor Doutor, Universidade Federal de Campina Grande, Unidade Acadêmica de Engenharia Agrícola,  Rua Aprígio Veloso, 882 - Universitário, Campina Grande - PB, Brasil, 58428-830, e-mail: zedantas1955@gmail.com

5Professor Doutor, Universidade Federal de Campina Grande, Unidade Acadêmica de Engenharia Agrícola,  Rua Aprígio Veloso, 882 - Universitário, Campina Grande - PB, Brasil, 58428-830, e-mail: lsaboya@hotmail.com

6Professora Doutora, Universidade Federal de Campina Grande, Unidade Acadêmica de Engenharia Agrícola,  Rua Aprígio Veloso, 882 - Universitário, Campina Grande - PB, Brasil, 58428-830, e-mail: sallyfarias@hotmail.com

 

 

1 RESUMO

 

A utilização de água residuária tratada na irrigação de culturas agrícolas é apontada como uma alternativa para atenuar o problema da escassez hídrica. Assim, objetivou-se com o presente trabalho avaliar o crescimento e fitomassa de batata-doce irrigada com água residuária tratada. A pesquisa foi desenvolvida em ambiente protegido pertencente à unidade acadêmica de engenharia agrícola da Universidade Federal de Campina Grande, em delineamento de blocos casualizados em arranjo fatorial 3x2, com cinco repetições. Os fatores de variação consistiram em três qualidades de água (T1 = água de cisterna; T2 = água tratada por wetland e T3 = água tratada por UASB+wetland), e duas cultivares de batata-doce (Campina e Granfina). Avaliou-se ao final do ciclo de cultivo o número de folhas (NF), número de ramas (NR), área foliar (AF), diâmetro do caule (DC), fitomassa fresca de folhas (FFF), fitomassa fresca de ramas (FFR), fitomassa seca de folhas (FSF), fitomassa seca de ramas (FSR). Os resultados obtidos demonstram que as variáveis (NF), (NR), (AF), (FFF), (FSF) e (FSR) foram influenciadas de forma significativa pelas cultivares. A água residuária tratada na irrigação de batata-doce pode ser utilizada sem que haja perdas das características de crescimento e fitomassa.

 

Palavras-Chave: Ipomoea batatas L., reúso, gotejamento, efluente.

 

 

OLIVEIRA, R. C.; SILVA, P. F.; MATOS, R. M.; DANTAS NETO, J.; SABOYA; L. M. F.; FARIAS, M. S. S.

GROWTH AND PHYTOMASS OF SWEET POTATO IRRIGATED WITH TREATED WASTEWATER

 

2 ABSTRACT

 

The use of treated wastewater in the irrigation of agricultural crops is indicated as an alternative to mitigate the problem of water scarcity. Thus, this study aimed to evaluate the growth and phytomass of sweet potatoes irrigated with treated wastewater. The study was conducted in a greenhouse belonging to the academic unit of agricultural engineering at the Federal University of Campina Grande, in a randomized block design and 3x2 factorial scheme, with five replications. The factors consisted of three water qualities (T1 = water from a cistern; T2 = water treated by wetland and T3 = water treated by UASB + wetland), and two sweet potato cultivars (Campina and Granfina). At the end of the cultivation cycle, the number of leaves (NF), number of branches (NR), leaf area (AF), stem diameter (DC), fresh leaf phytomass (FFF), fresh branch phytomass (FFR), dry leaf phytomass (FSF) and dry branch phytomass (FSR) were evaluated. The results obtained show that the variables (NF), (NR), (AF), (FFF), (FSF) and (FSR) were significantly influenced by the cultivars. Wastewater treated for irrigation of sweet potatoes can be used without loss of growth and phytomass characteristics.

 

Keywords: Ipomoea batatas L., reuse, drip irrigation, effluent.

Biografia do Autor

Raucha Carolina de Oliveira, Universidade Federal de Campina Grande

Mestranda em Engenharia Agrícola Pela Universidade Federal de Campina Grande

Patrícia Ferreira da Silva, Universidade Federal de Campina Grande

Pós-doutoranda em Engenharia e Gestão dos Recursos Naturais pela Unversidade Federal de Campina grande

Rigoberto Moreira de Matos, Universidade Federal de Campina Grande

Doutor em Engenharia Agrícola pela Universidade Federal de Campina Grande

José Dantas Neto, Universidade Federal de Campina Grande

Professor Doutor da Universidade Federal de Campina Grande na  Unidade Acadêmica de Engenharia Agrícola

Luciano Marcelo Fallé Saboya, Universidade Federal de Campina Grande

Professor Doutor da Universidade Federal de Campina Grande na Unidade Acadêmica de Engenharia Agrícola

Maria Sallydelândia Sobral de Farias, Universidade Federal de Campina Grande

Professora Doutora da Universidade Federal de Campina Grande na Unidade Acadêmica de Engenharia Agrícola

Downloads

Publicado

2021-06-14

Como Citar

OLIVEIRA, R. C. de .; SILVA, P. F. da; MOREIRA DE MATOS, R. .; DANTAS NETO, J. .; SABOYA, L. M. F. .; FARIAS, M. S. S. de . CRESCIMENTO E FITOMASSA DE BATATA-DOCE IRRIGADA COM ÁGUA RESIDUÁRIA TRATADA. IRRIGA, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 97–109, 2021. DOI: 10.15809/irriga.2021v1n1p97-109. Disponível em: https://irriga.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/4245. Acesso em: 20 set. 2021.