PARÂMETROS PRODUTIVOS DO MILHO SOB DÉFICIT HÍDRICO EM DIFERENTES FASES FENOLÓGICAS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

Autores

  • Samuel Silva Instituto Federal de Alagoas (IFAL) - Campus Piranhas
  • Amanda Cibele da Paz Sousa Instituto Federal de Alagoas (IFAL) - Campus Piranhas
  • Carla Sabrina da Silva Instituto Federal de Alagoas (IFAL) - Campus Piranhas
  • Edmaíris Rodrigues Araújo Instituto Federal de Alagoas - Campus Piranhas
  • Marcelo Augusto da Silva Soares Universidade Federal de Alagoas (UFAL-CECA) - Rio Largo
  • Iêdo Teodoro Universidade Federal de Alagoas (UFAL-CECA) - Rio Largo

DOI:

https://doi.org/10.15809/irriga.2021v1n1p30-41

Resumo

PARÂMETROS PRODUTIVOS DO MILHO SOB DÉFICIT HÍDRICO EM DIFERENTES FASES FENOLÓGICAS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO

 

 

SAMUEL SILVA1, AMANDA CIBELE DA PAZ SOUSA2, CARLA SABRINA DA SILVA3, EDMAÍRIS RODRIGUES ARAÚJO4, MARCELO AUGUSTO DA SILVA SOARES5, IÊDO TEODORO6

 

1Professor do Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Campus Piranhas, Av. Sergipe, 1477, 57460-000, Piranhas, Alagoas, Brasil, samuel.silva@ifal.edu.br

2 Graduanda em Engenharia Agronômica, Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Campus Piranhas, Av. Sergipe, 1477, 57460-000, Piranhas, Alagoas, Brasil, 8° período. E-mail: amandacibele-21@hotmail.com

3 Graduanda em Engenharia Agronômica, Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Campus Piranhas, Av. Sergipe, 1477, 57460-000, Piranhas, Alagoas, Brasil, 5° período. E-mail: carlaabrina18@gmail.com

4 Graduanda em Engenharia Agronômica, Instituto Federal de Alagoas (IFAL), Campus Piranhas, Av. Sergipe, 1477, 57460-000, Piranhas, Alagoas, Brasil, 5° período. E-mail: edmairisengifal@gmail.com

5 Doutorando em Produção Vegetal, Departamento de Tecnologia da Produção, Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Av. Lourival Melo Mota, S/N, Tabuleiro do Martins, 57072-970, Maceió, Alagoas, Brasil, marcelocico_@hotmail.com.

6 Professor do Centro de Engenharia e Ciências Agrárias (CECA), Universidade Federal de Alagoas (UFAL), Av. Lourival Melo Mota, S/N, Tabuleiro do Martins, 57072-970, Maceió, Alagoas, Brasil, iedoteodoro@gmail.com.

 

 

1 RESUMO

 

O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do déficit hídrico em diferentes fases fenológicas do milho na região semiárida de Alagoas. O experimento foi conduzido no Instituto Federal de Alagoas, Campus Piranhas, durante os meses de fevereiro a junho de 2019.  A partir dos dados coletados nas plantas durante a condução do experimento, foram realizadas as seguintes etapas: análise do efeito dos elementos climáticos sobre a cultura, determinação da produtividade em cada tratamento, avaliação de variáveis da espiga sob o efeito do déficit hídrico e estimativa da evapotranspiração da cultura (ETc). As plantas submetidas ao déficit hídrico nas fases de pendoamento e floração sofreram variação no número de grão por espiga e tiveram baixa produtividade quando comparadas às plantas submetidas na fase de grão farináceo. A temperatura e umidade do ar não influenciaram na limitação térmica para o desenvolvimento do milho durante todo o ciclo. Plantas submetidas ao déficit hídrico na fase de pendoamento e floração foram menos produtivas.

 

Palavras-chave: umidade do solo, estresse hídrico, produtividade agrícola.

 

 

SILVA, S., SOUSA, A. C. P; SILVA, C. S.; ARAÚJO, E. R.; SOARES, M. A. S.; TEODORO, I.

PRODUCTIVE PARAMETERS OF MAIZE UNDER WATER DEFICIT IN DIFFERENT PHENOLOGICAL PHASES IN THE BRAZILIAN SEMI-ARID

 

 

 

 

 

2 ABSTRACT

 

The objective of this work was to evaluate the effect of water deficit in different phenological phases of maize in the semiarid region of Alagoas, Brazil. The experiment was conducted at the Federal Institute of Alagoas, Campus Piranhas, from February to June 2019. From the data collected from the plants during the conduct of the experiment, the following steps were performed: analysis of the effect of climatic elements on the crop, determination of productivity in each treatment, evaluation of growth data and ear variables under the effect of the deficit water, estimation of crop evapotranspiration (ETc) and verification of the level of impact of water stress caused in each phonological phase of the culture. The plants subjected to water deficit in the tasseling and flowering phases suffered variation in the number of grains per ear and had low yield compared to the plants submitted to the farinaceous grain phase. The evapotranspiration of the crop, temperature and humidity did not influence the thermal limitation for developing maize throughout the cycle. Plants submitted to water deficit during the planting and flowering phase were less productive.

 

Keywords: soil moisture, hydric stress, yield.

Downloads

Publicado

2021-06-14

Como Citar

SILVA, S.; DA PAZ SOUSA, A. C.; DA SILVA, C. S.; RODRIGUES ARAÚJO, E.; DA SILVA SOARES, M. A.; TEODORO, I. PARÂMETROS PRODUTIVOS DO MILHO SOB DÉFICIT HÍDRICO EM DIFERENTES FASES FENOLÓGICAS NO SEMIÁRIDO BRASILEIRO. IRRIGA, [S. l.], v. 1, n. 1, p. 30–41, 2021. DOI: 10.15809/irriga.2021v1n1p30-41. Disponível em: https://irriga.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/4254. Acesso em: 20 set. 2021.