RELAÇÕES HÍDRICO-ECONÔMICAS DA PALMA FORRAGEIRA CULTIVADA EM AMBIENTE SEMIÁRIDO

Autores

  • MARIA GABRIELA DE QUEIROZ Universidade Federal de Viçosa - UFV
  • Thieres George Freire da Silva Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE
  • Sérgio Zolnier Universidade Federal de Viçosa - UFV
  • Sérvulo Mercier Siqueira e Silva Instituto Agronômico de Pernambuco, IPA
  • Carlos André Alves de Souza Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE
  • Herica Fernanda de Sousa Carvalho Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE

DOI:

https://doi.org/10.15809/irriga.2016v1n01p141-154

Resumo

RELAÇÕES HÍDRICO-ECONÔMICAS DA PALMA FORRAGEIRA CULTIVADA EM AMBIENTE SEMIÁRIDO

 

 

MARIA GABRIELA DE QUEIROZ1; THIERES GEORGE FREIRE DA SILVA2; SÉRGIO ZOLNIER3; SÉRVULO MERCIER SIQUEIRA E SILVA4; CARLOS ANDRÉ ALVES DE SOUZA5 E HERICA FERNANDA DE SOUSA CARVALHO6

 

1Doutoranda em Meteorologia Aplicada, Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Viçosa, mg.gabi@hotmail.com

2Professor Adjunto IV, Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, thieres@pq.cnpq.br

3Professor Titular, Departamento de Engenharia Agrícola, Universidade Federal de Viçosa, zolnier@ufv.br

4Pesquisador, Instituto Agronômico de Pernambuco, servulo.siqueira@ipa.br

5Mestrando do Programa de Pós-graduação em Produção Vegetal, Unidade Acadêmica de Serra Talhada, Universidade Federal Rural de Pernambuco, carlosandre08_@msn.com

6Mestranda do Programa de Pós-graduação em Engenharia Agrícola, Universidade Federal do Vale do São Francisco, hericafernanda_17@hotmail.com

 

 

1 RESUMO

 

Objetivou-se determinar índices hídrico-econômicos da palma forrageira irrigada no Semiárido brasileiro. O experimento foi conduzido em Serra Talhada, PE. O delineamento foi em blocos ao acaso, com cinco tratamentos baseados na evapotranspiração de referência e quatro repetições. Os dados do balanço de água no solo (BAS) e produtivos foram usados no cálculo de indicadores hídricos e econômicos para a cultura. Em relação aos componentes do BAS, apenas a variação do armazenamento de água revelou diferença entre os tratamentos (p < 0,05). A evapotranspiração e coeficiente da cultura apresentaram valores médios de 2,59 mm dia-1 e 0,52, nessa ordem, totalizando 985,77 mm no ciclo. As eficiências do uso de água evapotranspirada em base fresca e seca foram, em média, de 14,02 kg MV m-3 e 0,87 kg MS m-3, respectivamente. A produtividade econômica da água indicou um retorno econômico bruto de 5,50 dólares para cada m-3 de água fornecida à cultura (precipitação + irrigação), e de 6,18 US$ m-3, com base na evapotranspiração. A produtividade econômica da terra na venda de cladódios para semente e forragem (13.340 US$ ha-1e 6.000 US$ ha-1, nessa ordem) foram maiores aos relatos na literatura para outras culturas.

 

Palavras-Chave: Coeficiente de cultura, Eficiência do uso da água, Evapotranspiração da cultura, Viabilidade econômica bruta

 

 

QUEIROZ, M. G.; SILVA, T. G. F.; ZOLNIER, S.; SIQUEIRA E SILVA, S. M.; SOUZA, C. A. A.; CARVALHO, H. F. S

HYDRO-ECONOMIC RELATIONS OF FORAGE CACTUS CULTIVATED IN SEMIARID ENVIRONMENT

 

 

 

 

 

2 ABSTRACT

 

This study aimed to determine hydro-economic indices of cactus forage irrigated in the Brazilian Semiarid. The experiment was conducted in Serra Talhada, State of Pernambuco. The design was a randomized block with five treatments based on reference evapotranspiration in four replications. Soil water balance (SWB) and productive data were used in the calculation of water and economic indicators for crop. Regarding the components of the SWB, only the soil water storage variation revealed differences between treatments (p < 0,05). The evapotranspiration and crop coefficient showed values equal to 2.59 mm day-1 and 0.52, in that order, totaling 985.77 mm for the cycle. The evapotranspired water use efficiencies on fresh and dry basis were on averaged, 14.02 kg GM m-3 and 0.87 kg DM m-3, respectively. The water economic productivity indicated a gross economic return of 5.50 dollars for each m-3 of water supplied to the culture (rain + irrigation) and $ 6.18 m-3 dollars, based on the evapotranspiration. The land economic productivity for sale of cladode for seed and forage ($13,340 ha-1e $ 6,000 ha-1, in that order) were higher than in reports for other crops.

 

Keywords: Crop coefficient, Water use efficiency, Crop evapotranspiration, Brute economic viability.

Biografia do Autor

MARIA GABRIELA DE QUEIROZ, Universidade Federal de Viçosa - UFV

Departamento de Engenharia Agrícola, Programa de Pós-Graduação em Meteorologia Agrícola, área: Interação Planta-Ambiente

Thieres George Freire da Silva, Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE

Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UAST. 

Caixa Postal 063, CEP 56900-000, Serra Talhada, PE

Sérgio Zolnier, Universidade Federal de Viçosa - UFV

Departamento de Engenharia Agrícola, Programa de Pós-Graduação em Meteorologia Agrícola, área: Interação Planta-Ambiente

Sérvulo Mercier Siqueira e Silva, Instituto Agronômico de Pernambuco, IPA

BR 232, km 253, CEP 56500-000 Arcoverde, PE.

Carlos André Alves de Souza, Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE

Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UAST. 

Caixa Postal 063, CEP 56900-000, Serra Talhada, PE

Herica Fernanda de Sousa Carvalho, Universidade Federal Rural de Pernambuco, UFRPE

Unidade Acadêmica de Serra Talhada, UAST. 

Caixa Postal 063, CEP 56900-000, Serra Talhada, PE

Downloads

Publicado

2018-06-18

Como Citar

QUEIROZ, M. G. D.; SILVA, T. G. F. da; ZOLNIER, S.; SILVA, S. M. S. e; SOUZA, C. A. A. de; CARVALHO, H. F. de S. RELAÇÕES HÍDRICO-ECONÔMICAS DA PALMA FORRAGEIRA CULTIVADA EM AMBIENTE SEMIÁRIDO. IRRIGA, [S. l.], v. 1, n. 01, p. 141, 2018. DOI: 10.15809/irriga.2016v1n01p141-154. Disponível em: https://irriga.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/1814. Acesso em: 16 jun. 2024.