IMPACTO DA FERTIRRIGAÇÃO COM VINHAÇA NO CRESCIMENTO DE FEIJÃO COMUM

Autores

  • Marconi Batista Teixeira Instituto Federal Goiano - Campus Rio Verde - Rio Verde - GO - Brasil
  • Fernando Nobre Cunha
  • Gabriela Nobre Cunha
  • Wilker Alves Morais
  • Frederico Antonio Loureiro Soares
  • Lucas Gomes Vieira

DOI:

https://doi.org/10.15809/irriga.2023v28n3p564-573

Resumo

IMPACTO DA FERTIRRIGAÇÃO COM VINHAÇA NO CRESCIMENTO DE FEIJÃO COMUM

 

 

MARCONI BATISTA TEIXEIRA1; FERNANDO NOBRE CUNHA1; GABRIELA NOBRE CUNHA2; WILKER ALVES MORAIS1; FREDERICO ANTONIO LOUREIRO SOARES1 E LUCAS GOMES VIEIRA1

 

[1]Departamento de Hidráulica e Irrigação, Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Goiano – Campus Rio Verde, Rodovia Sul Goiana, km 01, Zona Rural, CEP: 75.901-970, Rio Verde GO, Brasil, marconibt@gmail.com, fernandonobrecunha@hotmail.com, wilker.alves.morais@gmail.com, frederico.soares@ifgoiano.edu.br, lucas.gomes1@estudante.ifgoiano.edu.br

2Departamento de Sociedade, Tecnologia e Meio Ambiente, UniEVANGÉLICA, Av. Universitária km 3,5 Cidade Universitária, CEP: 75083-515, Anápolis GO, Brasil, gabriela-nc@hotmail.com

 

 

1 RESUMO

 

O feijão comum é cultivado em diversas regiões, sendo que alguns locais apresentam condições de produzir feijão praticamente o ano todo. Objetivou-se avaliar o tamanho de entrenós de feijão comum fertirrigado com vinhaça (primeira e segunda safra) submetido aos regimes hídricos de sequeiro e irrigado. O solo da área experimental é classificado como Latossolo Vermelho distroférrico. O delineamento experimental utilizado foi em blocos ao acaso, analisado em esquema de parcelas sub-subdivididas 4 × 2 × 2, com três repetições. Os tratamentos consistiram em quatro doses de vinhaça (0, 100, 200 e 300 m3 ha-1); dois regimes hídricos (irrigado e de sequeiro) e duas safras (primeira e segunda safra). A fertirrigação com vinhaça foi realizada 50% da dose antes do plantio e os outros 50%, de acordo com os tratamentos, aos 50 dias após o plantio. Foram utilizadas sementes de feijão da cultivar BRS Estilo. As características morfológicas foram realizadas, nas linhas centrais de cada parcela, quantificando-se: comprimento de entrenós. O comprimento de entrenós do feijão irrigado em primeira safra foi até 19,21% maior do que o comprimento de entrenós do feijão irrigado em segunda safra, para as doses de vinhaça acima de 100 m3 ha-1.

 

Palavras-chave: Phaseolus vulgaris, desenvolvimento, vinhoto.

 

 

TEIXEIRA, M. B.; CUNHA, F. N.; CUNHA, G. N.; MORAIS, W. A.; SOARES, F. A. L.; VIEIRA, L. G.

IMPACT OF FERTIRRIGATION WITH VINASSE ON COMMON BEAN GROWTH

 

 

2 ABSTRACT

 

Common beans are cultivated in different regions, with some places offering bean production conditions practically all year round. The objective was to evaluate the size of the internodes of common beans fertigated with vinasse (at the first and second harvests) applied to rainfed and irrigated water regimes. The soil in the experimental area is classified as dystroferric Red Oxisol. The experimental design used was randomized blocks drawn up in a 4 × 2 × 2 split-plot scheme, with three replications. The treatments consisted of four doses of vinasse (0, 100, 200 and 300 m3 ha-1), two water regimes (irrigated and rainfed) and two harvests (first and second harvests). Fertigation with vinasse was carried out at 50% of the dose before planting, and the other 50%, according to the treatments, were applied 50 days after planting. Bean seeds from the BRS Estilo cultivar were used. The morphological characteristics of the central lines of each plot were determined by quantifying the length of the internodes. The internode length of the beans irrigated during the first harvest was up to 19.21% greater than the internode length of the beans irrigated during the second harvest for vinasse doses above 100 m3 ha-1.

 

Keywords: Phaseolus vulgaris, development, vinasse.

 

Biografia do Autor

Marconi Batista Teixeira, Instituto Federal Goiano - Campus Rio Verde - Rio Verde - GO - Brasil

Eng. Agrônomo - UFV

Mestre em Engenharia Agrícola - UFV

Doutor em Agronomia - ESALQ/USP

Pós-doutor em Irrigação e Drenagem - ESALQ/USP

Prof. Doutor, Agronomia, área de Irrigação e Drenagem, IFGoiano Campus Rio Verde

Publicado

2023-09-28

Como Citar

TEIXEIRA, M. B.; CUNHA, F. N. .; CUNHA, G. N. .; ALVES MORAIS, W.; ANTONIO LOUREIRO SOARES, F.; VIEIRA, L. G. IMPACTO DA FERTIRRIGAÇÃO COM VINHAÇA NO CRESCIMENTO DE FEIJÃO COMUM. IRRIGA, [S. l.], v. 28, n. 3, p. 564–573, 2023. DOI: 10.15809/irriga.2023v28n3p564-573. Disponível em: https://irriga.fca.unesp.br/index.php/irriga/article/view/4731. Acesso em: 14 abr. 2024.

Edição

Seção

Artigos